Comissão participa de Conferência Nacional da Mulher Advogada

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

A Comissão da Mulher Advogada da OAB-PE articula para levar uma caravana de advogadas pernambucanas para a III Conferência Nacional da Mulher Advogada, que acontece nos dias 5 e 6 de março em Fortaleza, Ceará. Este ano, o evento tem como tema central Igualdade, Liberdade e Sororidade e tem o objetivo de levantar as principais bandeiras do universo feminino frente aos desafios da advocacia contemporânea.

Nos dois dias de evento, serão construídas e reforçadas as redes de proteção de apoio à mulher por meio de palestras, que se realizarão em diversas temáticas seguindo o Plano Nacional da Mulher Advogada: pautas como defesa das prerrogativas, elaborar propostas que apoiam a mulher no exercício da advocacia, combate à violência, apoio de ações de combate ao feminicídio.

A presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-PE, Fabiana Leite, enfatiza que a realização da conferência é um avanço diante da sociedade ainda muito sexista. “Ainda ocupamos posições de muita desigualdade na sociedade e dentro do sistema OAB. É muito importante tirar pautas da invisibilidade que nos foi imposta por muito tempo”, explicou.

As mulheres ocupam 43,8% dos postos de direção da seccional e das 25 subseccionais da Ordem pernambucana. Dos 130 cargos de diretoria – cinco na seccional e 125 nas subseccionais – 57 deles são ocupados por mulheres, incluindo a vice-presidência e a secretaria geral da OAB-PE. O dado indica que a participação feminina nos espaços de direção da OAB-PE reflete quase a equiparação de gênero no número de advogados e advogadas inscritos na seccional pernambucana: dos 35.706 registros ativos, 16.651 são de advogadas, que equivale a quase 47% do total.

Este dado, além de refletir um balanço de gênero nos espaços da Ordem, também coloca a seccional pernambucana em cumprimento adiantado e com folga da meta do Conselho Federal da OAB, de que 30% da diretoria deve ser composta por mulheres, que entrará em vigor a partir de 2021.