Comitiva do Programa Advocacia Legal segue pelo interior do estado até o início de agosto

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

A caravana do Programa Advocacia Legal segue percorrendo as sedes das subseções-polo da ação até o início de agosto. Ainda na segunda quinzena de julho, a equipe da iniciativa passará por quatro cidades do interior do estado, para onde deverão se dirigir os profissionais da advocacia interessados em aderir ao programa – que oferece condições especiais de regularização de débitos com a OAB Pernambuco vencidos até 31 de dezembro do ano passado.

A comitiva passará por Salgueiro nesta segunda (23) e terça (24), recebendo também os advogados e advogadas de Serra Talhada e Petrolândia. Depois, segue para Petrolina (25 e 26), Araripina (27) e Caruaru (30 e 31 – incluindo Belo Jardim). Nos dias 2 e 3 de agosto, o atendimento será em Garanhuns – incluindo Pesqueira. Até o fim de agosto, a equipe atenderá ao polo Recife, que contempla também os inscritos e inscritas nas subseções da OAB em Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Vitória de Santo Antão.

Mais – A diretora tesoureira da OAB Pernambuco, Silvia Nogueira, está à frente da coordenação da iniciativa. “O Programa Advocacia Legal foi desenvolvido pela necessidade de concedermos aos advogados e advogadas a oportunidade de regularização das obrigações pendentes junto à Ordem no estado. Além de colaborar para a redução da inadimplência, quem fica quite com entidade retoma o acesso aos muitos benefícios e serviços oferecidos pela OAB Pernambuco por meio da ESA-PE e da Caape, como o Recorte Digital, o programa de fidelização Anuidade Zero, os estacionamentos exclusivos da advocacia, plano odontológico gratuito e muito mais”, destacou.

O pagamento do débito em parcela única, com vencimento imediato, assegura um desconto de 100% da multa e dos juros de mora. A redução chega a 70% para o parcelamento em até três vezes e a 50% para a opção em seis parcelas. Ainda há alternativa de pagamento em 12 vezes mensais e consecutivas, mas sem descontos. Em qualquer condição, o valor mínimo de cada parcela é de R$ 100. O pagamento poderá ser feito exclusivamente por meio de cartão de crédito/débito.