Estudantes de Direito da UFPE representam Pernambuco no Moot Court Competition

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

As estudantes de direito Alexsandra Cavalcanti, Camila Meyer e Luana Reis foram selecionadas para representar Pernambuco na 2019 Moot Court Competition, a maior simulação da Corte Intermericana de Direitos Humanos do mundo. O evento tem o objetivo de formar advogados especializados no Direito Internacional dos Direitos Humanos, e é promovido pela American University, em Washington DC, nos Estados Unidos. Afim de levantar fundos para o custeio de toda a viagem, as alunas da Universidade Federal de Pernambuco estão fazendo uma campanha online pelo site Vakinha.com.

O Sistema Interamericano é origem de institutos como a Lei Maria da Penha, a Lei de Reforma Psiquiátrica e a Audiência de Custódia. A competição acontecerá entre os dias 19 a 24 de maio de 2019, e isto acaba representando um custo muito elevado para a equipe: a inscrição da equipe custa US$ 1.050,00 dólares (próximo a R$ 4.000,00 reais), as passagens custam em média R$ 3.000 reais por pessoa, a hospedagem na American University custa em torno de R$ 1.000 reais por pessoa, além dos gastos com visto e passaporte e da alimentação durante os seis dias de evento. Nesse sentido, os custos somam R$ 20.000 reais e as alunas não podem arcar com a viagem somente com suas verbas pessoais.

“É muito entusiasmo que pedimos apoio para esta empreitada. Não se trata de uma simples doação, mas de um investimento na sociedade e num futuro melhor, com profissionais e instituições capacitadas para mostrar ao Brasil em que sentido se deve avançar. Após essa experiência, pretendemos realizar eventos na Universidade para compartilhar os aprendizados da competição, com o intuito de motivar outros jovens universitários a integragrem equipes futuras. Agradeceremos imensamente a todos”, explicou a estudante Luana Reis.