Inovação e tecnologia foram pauta do lançamento da Comissão de Direito de Startups da OAB-PE

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

O Porto Digital, berço da tecnologia e inovação no estado, foi o cenário escolhido para o lançamento da Comissão de Direito de Startups da OAB Pernambuco nesta terça-feira (23). Conduzida pelo presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, pelo presidente da comissão, Ticiano Gadelha, e pelo presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, o propósito do evento foi apresentar a ideia da comissão ser o braço da seccional nas questões associadas às tecnologias no meio jurídico e inovações nos segmentos da área.

Para Bruno Baptista, a advocacia andar de mãos dadas com a tecnologia é fundamental. “Muitos ainda enxergam as inovações tecnológicas como um possível vilão, algo que concorre diretamente com o trabalho desempenhado por nós advogados. Mas temos que mudar essa ideia e entender que a tecnologia está a nosso favor e devemos usá-la da melhor forma possível”, comentou. “A criação dessa comissão será fundamental para enxergarmos novos caminhos e vislumbrar essas possibilidades”, finalizou.

Ticiano agradeceu o apoio da OAB-PE na criação da comissão. “Faço parte da OAB-PE há muito tempo e agradeço imensamente o apoio irrestrito dado pelo presidente Bruno Baptista e toda diretoria. Estaremos sempre de portas abertas para incentivar os advogados e advogadas a empreenderem, conhecerem mais o que a tecnologia tem para oferecer em favor do seu desenvolvimento profissional”, disse.

Há dois anos a OAB Pernambuco iniciou o processo de negociação para firmar um Acordo de Cooperação Técnica entre a seccional, o Porto Digital e o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), o qual foi firmado em dezembro do ano passado. Por essa razão, a noite contou ainda com um debate sobre propriedade intelectual, celebrando a Semana Mundial de Propriedade Intelectual, conduzido pelo representante do INPI em Pernambuco, Eduardo Bemfica.