OAB-PE disponibiliza canal de comunicação temporário para esclarecimento de dúvidas sobre Imposto de Renda Pessoa Física

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Quem não conseguiu esclarecer dúvidas sobre Imposto de Renda Pessoa Física 2018 na ação que a OAB Pernambuco realizou no último sábado (21), no Shopping RioMar Recife, terá uma nova oportunidade de receber orientação gratuita sobre o preenchimento da declaração. É que a Comissão de Assuntos Tributários (CAT) da instituição, à frente da iniciativa no centro de compras, disponibilizou um canal de comunicação temporário especialmente para receber as dúvidas da população.

Os interessados podem mandar mensagem para o e-mail catoabpe@googlegroups.com até as 18h da próxima quarta-feira (25). A expectativa é que as respostas sejam retornadas aos emitentes até o fim da sexta-feira (27) – ainda em tempo hábil para o envio da declaração antes de encerrado o prazo limite definido pela Receita Federal: 30 de abril.

Cerca de 250 pessoas receberam orientações gratuitas e personalizadas sobre IRPF no sábado passado. Pelo menos 30 advogados e advogadas integrantes da Comissão participaram da empreitada no shopping, que durou nove horas seguidas. A realização do evento contou com a parceria da Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA/OAB-PE).

“Esse tipo de ação é fundamental para proporcionar à população acesso às novidades e atualizações de maneira direta e gratuita”, disse o presidente da CAT, Eduardo de Souza Leão. Ele destacou que, entre as novidades para a edição 2018 da declaração, estão a obrigatoriedade da informação sobre moedas virtuais e a criação de campos mais detalhados para determinados bens, como data de aquisição de imóvel, área da propriedade e inscrição municipal, além da obrigatoriedade de CPF para dependentes maiores de oito anos de idade.

É o segundo ano consecutivo que a OAB Pernambuco promove a ação de esclarecimento. Em relação ao evento em 2017, o presidente da Comissão também destacou uma mudança em relação às dúvidas. “No ano passado, os contribuintes pensavam que iríamos fazer suas declarações, já em 2018, as dúvidas foram pontuais quanto à forma e os campos de preenchimento”, comparou.