OAB-PE realiza cerimônia de outorga da Medalha Heroínas de Tejucupapo

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

A OAB Pernambuco, por meio da Comissão da Mulher Advogada (CMA), realiza na próxima quinta-feira (28), às 15h, a cerimônia de outorga da Medalha do Mérito Heroínas de Tejucupapo, na sede da seccional, no Recife. A tradicional comenda será destinada às mulheres que se destacaram em suas áreas de atuação. Ao todo, serão 11 homenageadas atuantes nas áreas de Direito, Jornalismo, Medicina e Saúde, Cultura, Educação, Negócios, Política, Personalidade e Liderança, Defesa da Mulher, Ação Social e Homenagem Especial.

Para presidente da CMA, Fabiana Leite, esta homenagem é um marco na luta feminina. “A nossa luta diária dentro e fora do ambiente jurídico é para que as mulheres sejam reconhecidas e ocupem seus lugares de destaque. E homenagear estas mulheres incríveis com a Medalha Heroínas de Tejucupapo serve como exemplo para tantas outras que continuam em busca de seus objetivos e direitos”, ressaltou.

Bruno Baptista, presidente da OAB Pernambuco, reforça a importância histórica das mulheres de Tejucupapo e fala da continuidade dessa cerimônia dentro do sistema OAB. “A outorga desta medalha já faz parte do calendário oficial da OAB Pernambuco e, sem dúvida, é uma das comendas com maior significado para a instituição. Aqui, podemos homenagear mulheres que têm relevantes serviços prestados à sociedade pernambucana por meio de muito trabalho e dedicação. É uma honra para nós recebê-las e homenageá-las”, disse.

A solenidade terá a apresentação do Coral Ariano Suassuna, da OAB Pernambuco, formado por advogados e advogadas inscritos na seccional.

Batalha de Tejucupapo – O nome da medalha outorgada pela OAB-PE é uma referência a uma batalha em Pernambuco ocorrida no século 17, durante a invasão holandesa, e que foi protagonizada por mulheres. Tejucupapo é um pequeno distrito de Goiana (Mata Norte) e ficou conhecido por ser um cenário de uma das mais épicas batalhas, a Batalha de Tejucupapo, quando as mulheres resistiram aos ataques dos holandeses, que estavam em busca de comida e bens, enquanto a maioria dos homens da então vila estava fora, no Recife.

Munidas de paus, pedras, água fervente e pimenta, as mulheres criaram trincheiras para dificultar o acesso dos invasores, saindo, assim, vitoriosas. Elas foram lideradas pelas heroínas Maria Camarão, Maria Quitéria, Maria Clara e Maria Joaquina, tornando-se referência na luta feminina na história de Pernambuco.

Confira abaixo a lista com as homenageadas:
Silvia Nogueria – Direito
Jô Mazzarolo – Jornalismo
Suzana Mont’Alverne – Negócios
Lia de Itamaracá – Cultura
Creuza Pereira – Política
Valdenice Raimundo – Educação
Liana Ventura – Medicina e Saúde
Daniela Rorato – Ação Social
Cristina Buarque – Personalidade e Liderança
Regina Célia – Defesa da Mulher
Maria do Carmo Araújo (Carmem) – Homenagem Especial

Serviço
Outorga da Medalha de Mérito Heroínas de Tejucupapo
Dia: 28 de Novembro (quinta-feira)
Horário: 15h
Local: Auditório Fernando Santa Cruz – Sede da OAB Pernambuco / Rua Imperador D. Pedro II, 346 – Santo Antônio, Recife.