OAB-PE solicita audiência com TJPE e direção do Fórum do Recife para tratar de revistas a advogados

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
TJPE/Divulgação

A OAB-PE, através da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), solicitou uma audiência com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e com o diretor do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no Recife, para tratar da revista que está sendo realizada em advogados e advogadas na entrada do prédio. Os profissionais estão sendo submetidos a revista antes de entrar no edifício, havendo relatos de que tiveram que abrir bolsas e tirar seus pertences. Tão logo tomou conhecimento do fato, a comissão solicitou por email a audiência às duas autoridades.

O presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, adverte que o tratamento a ser dado aos advogados e advogadas nos fóruns deve ser o mesmo dispensado a magistrados e membros do Ministério Público. “Mas, ao que parece, esta revista vem sendo realizada apenas nos profissionais da advocacia, o que é inadmissível. A OAB, por meio da CDAP, solicitou ao presidente do TJPE e ao diretor do fórum essa reunião para por fim a esse ato direcionado à advocacia. O Estatuto da Advocacia prevê que não há hierarquia entre juiz, promotor e advogado e isso vale também para o tratamento que os mesmos devem receber nos prédios do Judiciário”, explica Bruno Baptista.

O presidente da CDAP, Carlos Barros, informa que aguarda retorno dos e-mails com os pedidos de audiência com o presidente do TJPE e o diretor do Fórum do Recife para tratar do assunto, e garantiu que a comissão estará atenta a esta problema.

POLÍCIA FEDERAL – O presidente da CDAP também informou que teve uma reunião com a Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco sobre a dificuldade dos advogados de terem acesso a inquéritos, mesmo eles tendo sido constituídos e habilitados aos autos. Ele disse que a direção da PF iria tratar do caso e daria uma posição sobre a reclamação da advocacia em relação a este tema.