OAB Pernambuco doa tokens de acesso ao PJe à Secretaria de Defesa Social de Pernambuco

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Na luta diária pelo direito da mulher, a OAB Pernambuco, por meio da Comissão da Mulher Advogada e da Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA-PE), realizou, nesta segunda-feira (26), a entrega à Secretaria de Segurança Pública de Pernambuco de tokens de acesso ao PJe para distribuição virtual das medidas protetivas de violência contra a mulher. A doação dos equipamentos foi feita pela secretaria geral adjunta e presidente da Comissão da Mulher Advogada, Ana Luiza Mousinho, ao secretário Antônio de Pádua, na sede da SDS, no Recife.

“A doação desses tokens representa o reforço no comprometimento da OAB Pernambuco na causa ligada às defesas da mulher. Além do benefício direto às mulheres vítimas de violência doméstica, a virtualização desses processos será fundamental para as advogadas e advogados no acompanhamento dos casos”, diz a presidente da Comissão da Mulher Advogada e diretora da OAB/PE, Ana Luiza Mousinho.

A iniciativa, encabeçada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, por meio da Coordenadoria da Mulher, presidida pela desembargadora Daisy Andrade, e pelo presidente do Comitê Gestor do PJe, Silvio Baptista Neves Filho, tem como objetivo agilizar os processos envolvendo violência contra a mulher. O TJPE é o 4º tribunal no país a adotar esta medida. A expectativa é de que os processos comecem a ser distribuídos até esta sexta-feira (30).

“Nós já estamos realizando a capacitação dos delegados e funcionários envolvidos nas Delegacias da Mulher, visando um atendimento célere e funcional. Em visita aos demais tribunais do país que adotaram a medida, já observávamos casos onde a mulher ainda estava na delegacia, e o pedido de medida protetiva já tinha sido apreciado pelo juiz responsável”, disse a desembargadora e presidente da Coordenadoria da Mulher do TJPE, Daisy Andrade. Também presente a gestora do Departamento de Polícia da Mulher, Julieta Japiassu.