OAB Pernambuco se engaja na campanha Setembro Amarelo

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Movimento mundial de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo contará com o engajamento da OAB Pernambuco em sua realização. De forma a repercutir a mobilização pelo estado e sensibilizar os profissionais da advocacia e mesmo a sociedade em geral, a entidade adotou uma nova identidade visual temporária e produziu peças alusivas à campanha, que será veiculada em seus canais de comunicação ao longo do mês.

Além disso, até o próximo dia 30, a fachada da Casa da Cidadania, nova sede da instituição, no Recife, será iluminada no tom do movimento internacional. Tudo para conscientizar a população a respeito da prática que registra números impressionantes em escala global. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma pessoa se suicida a cada segundo e, em um ano, cerca de 800 mil homens e mulheres de faixas etárias variadas tiram a própria vida. Desses, 65 mil óbitos ocorrem no continente americano e nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos.

A atuação da OAB-PE voltada para a prevenção ao suicídio não se limita ao mês de setembro. Considerando que, no país, a média é de 32 mortes por dia em decorrência de suicídio, a instituição já realizou diversos eventos abordando temas como depressão e ainda promove periodicamente atividades com foco na qualidade de vida e no bem-estar dos profissionais da categoria e estagiários e estagiárias de direito – principalmente por meio da Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (Caape). Entre as iniciativas do braço assistencial da Ordem no estado estão a realização do passeio ciclístico Pedal Caape, descontos na compra de ingressos de cinema, shows e peças de teatro, sessões de massagem nas unidades do Ponto Caape e muito mais.

Mais – O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio com o objetivo de alertar a população sobre a prática no Brasil e mundo. Desde 2015, a iniciativa é reforçada com a ampla divulgação de informações e a identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela. Entre os monumentos que já se envolveram com a mobilização e ganharam iluminação nesse tom estão o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e o Congresso Nacional, em Brasília.

A necessidade de atenção aos sinais de alerta relacionados ao suicídio deve ser permanente e é possível buscar ajuda e contar com assistência adequada de forma gratuita e anônima 24 horas por dia durante toda a semana. Dentro desse contexto, uma das opções disponíveis é o Centro de Valorização da Vida (CVV), organização não-governamental fundada em 1962.

Em Pernambuco, em caso de dúvidas ou para apoio emocional e prevenção ao suicídio, o contato com a ONG pode ser feito pelo telefone 188 ou pelo e-mail ou chat online disponíveis no site www.cvv.org.br. O Centro também oferece atendimento presencial no Recife (Avenida Manoel Borba, 99/102, Boa Vista) e em Petrolina (Rua Joaquim André, 4, Centro).