Saiba quais foram os deputados que votaram contra o aumento das custas

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

O projeto de lei 1533/2020, de autoria do Tribunal de Justiça, que trata do aumento das custas processuais e da taxa judiciária, foi aprovado em primeira votação, nesta quinta-feira (19/11), na sessão plenária da Assembleia Legislativa. Foram 30 votos a favor e 8 contra. O projeto ainda será submetido a uma segunda votação, o que deve acontecer na próxima semana.

Os oito votos contrários ao projeto foram dos seguintes deputados (em ordem alfabética):

– Álvaro Porto (PTB)

– Doriel Barros (PT)

– Fabrízio Ferraz (PP)

– Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB)

– Priscila Krause (DEM)

– Simone Santana (PSB)

– Teresa Leitão (PT)

– Wanderson Florêncio (PSC)

Outros quatro deputados se declararam contrários à iniciativa, mas já depois de encerrada a sessão, por isso seus votos não foram computados: Delegada Gleide Ângelo (PSB), Delegado Erick Lessa (PP), Clarissa de Tércio (PSC) e Dulci Amorim (PT).

O presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, declarou que a entidade continuará mobilizada para tentar reverter o quadro na segunda votação e que intensificará os contatos com os deputados em busca de apoio contra o projeto.