Sobre caso de feminicídio envolvendo a estudante Remís Carla Costa

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Pernambuco, recebe com grande tristeza a notícia de confirmação da morte da estudante de pedagogia da UFPE Remís Carla Costa, de apenas 24 anos.

A jovem, que estava desaparecida desde o último dia 17 de dezembro, é mais uma vítima do bárbaro crime de feminicídio em Pernambuco. Mais uma mulher que sequer fará parte das estatísticas, já que, em nosso estado, ainda não temos meios eficazes de quantificar este tipo de ocorrência.

A OAB Pernambuco, na qualidade de defensora do Estado Democrático de Direito, acompanhará de perto, por intermédio da Comissão da Mulher Advogada (CDMA), os desdobramentos do inquérito policial e do processo judicial para garantir o cumprimento das penalidades legais pelo agressor.

De outra banda, a Ordem ressalta que continuará em sua incessante luta para que outras Remís não sejam assassinadas covardemente em razão do gênero.

Recife, 24 de dezembro de 2017.

A Diretoria