Última sessão do Conselho Pleno na antiga sede da OAB-PE é marcada por entrega formal de relatório da Comissão da Memória e Verdade

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Aconteceu na noite dessa segunda-feira (18) a última sessão do Conselho Pleno da OAB Pernambuco na antiga sede da instituição, que passará a funcionar no antigo prédio do Jornal do Commercio, na Rua Imperador Pedro II, a partir do dia 28 de dezembro. A diretoria da Ordem e os conselheiros federais e seccionais participaram de votações e discussões que entraram pela madrugada desta terça-feira (19).

A reunião, aberta pelo presidente da OAB-PE, Ronnie Duarte, recebeu os ex-presidentes da instituição Fernando Coelho e Henrique Mariano, coordenador e secretário geral da Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara, além do advogado Gilberto Marques, que entregaram o Relatório Final da Comissão. O documento contém investigações de violações dos direitos humanos praticadas contra os cidadãos durante o período da ditadura militar.

“É uma grande satisfação para a OAB receber nessa sessão histórica os membros da Comissão da Verdade e o relatório final, que é uma imprescindível contribuição prestada para a história não apenas de Pernambuco, mas para a do nosso país”, disse Ronnie Duarte.

Além de contar um pouco sobre o processo de produção do relatório, os ex-presidentes e a conselheira seccional Nair Andrade ressaltaram os anos de luta e defesa da classe na sede original da OAB-PE e parabenizaram o presidente Ronnie Duarte pelas novas instalações.

“Este prédio faz parte da história de Pernambuco, da resistência política que nós temos que nos orgulhar. Nessas paredes, muitos discursos, pronunciamentos e atos de coragem foram vividos. Pernambuco deve muito à OAB-PE. Parte da história política do Brasil foi construída aqui nesta sede”, disse Henrique Mariano.

O também ex-presidente Fernando Coelho pontuou a escolha do nome do novo prédio da Ordem, que leva o nome do advogado Joaquim Correia de Carvalho Júnior, que presidiu a OAB-PE por dois mandatos durante o regime militar. “Não poderia haver felicidade maior do que a justa escolha que vocês fizeram dando o nome de Joaquim Correia à nova sede. Colega que lutou na ditadura, além de companheiro de OAB e meu mestre”, ressaltou.

A conselheira Nair Andrade, que participou da primeira sessão do pleno da história da OAB-PE, parabenizou o presidente Ronnie Duarte pela conquista. “Vi essa casa ser construída, foram muitas emoções vividas aqui. Agradeço a Deus por ter convivido com vocês e por assistir à última sessão nesse solo e poder participar da primeira sessão na nova sede. Parabéns, Ronnie, por realizar esse grande sonho da nova sede”, disse.