V Colégio de Presidentes de Subseções da OAB-PE discutiu os rumos e desafios para a advocacia pernambucana

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Após um dia inteiro de atualizações e deliberações, a OAB Pernambuco encerrou na noite desse sábado (04), no Sesc Garanhuns, o V Colégio de Presidentes de Subseções no triênio 2016-18. Ao longo do evento, iniciado na última sexta-feira (03), a Diretoria da Ordem no estado discutiu os rumos e desafios para a advocacia pernambucana com conselheiros federais e seccionais e presidentes e outros representantes das subseções.

“Sou uma pessoa de sorte porque nenhuma liderança consegue concretizar grandes projetos sem ter colaboradores eficientes ao lado. Somos reconhecidos, sobretudo, em virtude do trabalho de cada um. A gestão tem índices de aprovação expressivos e isto também é fruto do empenho e do compromisso de todos”, disse o presidente da OAB-PE, Ronnie Preuss Duarte

O vice-presidente da OAB-PE, Leonardo Accioly, o secretário geral Fernando Ribeiro Lins, a secretária geral adjunta Ana Luiza Mousinho e a diretora tesoureira Silvia Nogueira apresentaram um balanço das principais iniciativas desenvolvidas pela gestão até o momento, a exemplo do programa de fidelização Anuidade Zero, o novo sistema financeiro e a implantação das políticas de governança corporativa. O presidente da Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA-PE), Carlos Neves, e o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (Caape), Bruno Baptista, destacaram empreitadas exitosas desenvolvidas no triênio, como a especialização Residência Jurídica, oferecida pelo braço educacional da Seccional, e a inauguração de unidades do Ponto Caape e de estacionamentos gratuitos para advogados e advogadas.

Os conselheiros federais Adriana Rocha, Silvio Pessoa Jr e Gustavo Ramiro falaram sobre sua atuação no Conselho Federal da OAB (CFOAB). O encontro ainda abriu espaço para o presidente do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da entidade, Pelópidas Soares Neto, prestar esclarecimentos sobre propaganda e publicidade na advocacia. Já o vice-presidente do órgão, Nelson Barbosa, ressaltou aspectos como a implantação do sistema de inteligência artificial no TED . O coordenador das Subseções da OAB-PE, Jânio Carvalho, apresentou reivindicações da categoria do Grande Recife ao interior.

O déficit na quantidade de magistrados e servidores nas comarcas, a futura realização de desagravo público em Caruaru com a presença do presidente do CFOAB, Claudio Lamachia, e a preocupação com a iniciativa de redução no horário de atendimento ao público nas unidades do Poder Judiciário no interior de Pernambuco foram alguns dos assuntos discutidos no Colégio. Também fizeram parte da pauta a recusa de alguns juízes em receber advogados e advogadas e o compromisso de as subseções que ainda não o fizeram instituírem a Comissão da Mulher Advogada, além de futuros pleitos e requerimentos ao CFOAB e ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

“Muito do que nos une é o amor pela advocacia e o bem-estar dos advogados e advogadas. Todos batalhamos para ter uma OAB Pernambuco sempre melhor”, comentou o anfitrião da edição, Jorge Wellington Matos, presidente da OAB Garanhuns. O V Colégio de Presidentes de Subseções da OAB Pernambuco no triênio 16-18 foi finalizado com a leitura da Carta de Garanhuns. O sexto e último evento do tipo na atual gestão ocorrerá no Recife.

Confira a Carta de Garanhuns AQUI.